Santo André, * *

Após greve e mobilização dos servidores, Prefeitura agenda reunião com Sindserv Santo André
O anúncio foi feito nesta terça-feira, dia (12) pelo Representante Legal do Sindicato, Durval Ludovico Silva, durante ato público do Sindicato, no Paço Municipal, que reuniu mil servidores da ativa e aposentados.

Por: Viviane Barbosa, da Redação do Sindserv Santo André
Publicação: 12/04/2022

Imagem de Após greve e mobilização dos servidores, Prefeitura agenda reunião com Sindserv Santo André

Ato Público Sindserv Santo André - Dino Santos

A pressão e as mobilizações dos servidores andreenses, que fizeram paralisações e atos públicos pela reposição da inflação, apresentaram resultado. A Prefeitura de Santo André retomou o diálogo com o Sindserv Santo André e agendou  reunião nesta quinta-feira (14).

O anúncio foi feito nesta terça-feira, dia (12) pelo Representante Legal do Sindicato, Durval Ludovico Silva, durante ato público do Sindicato, no Paço Municipal, que reuniu mil servidores da ativa e aposentados.

O pedido de reabertura das negociações da Campanha Salarial foi solicitado pelo Sindserv, no dia 31 de março, data da primeira grande paralisação e protesto da categoria. Também enviaram ofícios solicitando a retomada do diálogo com o Sindicato a Confetam CUT (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal) e o deputado estadual do PT-SP, Teonílio Barba.

A paralisação contou com forte adesão dos  servidores da SOSP Guarará; da Garagem da Educação, da Educação (Escolas e Creches) e envolveu a participação de trabalhadores dos setores de Trânsito, Guarda, Saúde, Craisa, Semasa entre outros departamentos e aparelhos públicos da Prefeitura.


A diretora, a professora Daisy Dias, fala durante o ato público no Paço - foto: Dino Santos

“Estamos lutando pelo nosso direito. Não estamos pedindo aumento real, mas a reposição inflacionária dos últimos dois anos e isso significa valorizar os servidores públicos. Prefeito, o senhor disse que só tinha 100 pessoas na nossa manifestação, olha essa multidão de servidores aqui organizados e lutando pelos seus direitos", disse a diretora do Sindserv Santo André, a professora Daisy Dias, sob muitos aplausos durante a passeata que percorreu as Avenidas Portugal,15 de novembro e finalizou no espelho de água no Paço Municipal.


Dirigentes Gabriela Mousse e Rodrigo Gomes - fotos: Dino Santos


Servidores fazem passeata - foto: Dino Santos
 


Passeata das servidoras e servidores em Santo André- foto: Dino Santos
 

Durante a passeata, dirigentes e servidores mostraram sua indignação com o reajuste abaixo da inflação de 7%, justificando que não cobre a alta de preços impulsionada pela inflação e também criticaram o governo de Paulo Serra.

"O mundo que o prefeito  Paulo Serra  divulga em suas lives é bem diferente daquele vivido pelos trabalhadores públicos e pelos munícipes, que sofrem no dia a dia com condições precárias no trabalho e com a falta de insumos nas unidades médicas e materiais nas escolas", disse o diretor do Sindicato, o professor Rodrigo Gomes.

Luta por um salário digno

Os servidores andreenses lutam pelo pagamento da reposição salarial que reponha no mínimo a inflação dos últimos dois anos nos salários. O reajuste anunciado pelo prefeito de 7% parcelado em duas vezes (3% em maio e 4% em setembro) está abaixo da inflação e não repõe a defasagem salarial do período da data-base da categoria nos últimos dois anos. Esse índice também não cobre os aumentos abusivos dos preços/serviços impulsionados pela alta da inflação no país.

Estudo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), solicitado pelo Sindserv, mostra que a defasagem inflacionária nos salários dos servidores andreenses acumula 18,44%, e é referente à data-base da categoria, de maio de 2020 a maio de 2022.


Representante Legal do Sindserv Santo André, Durval Ludovico Silva - foto: Dino Santos

Assembleia no dia 19 de abril

No final do ato público, os servidores andreenses aprovaram a realização de uma Assembleia híbrida (online e presencial), na sede do Sindicato, no dia 19 de abril, às 18h30.

“Vamos nos reunir nesta quinta-feira, dia (14), com a Secretaria de Inovação. Na nossa assembleia informaremos os desdobramentos dessa reunião e caso a Administração não apresente uma contraproposta que reponha no mínimo a nossa defasagem inflacionária, podemos deflagrar mais paralisações na cidade”, alerta o Representante Legal, do Sindserv Santo André, Durval Ludovico Silva.


Foto: Dino Santos




Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 9+6948-7446
Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Professoras e professores de Santo André protestam nas redes contra violência na sala de sala no dia 15 de junho de 2022