Santo André, * *

Estopim entrevista diretor da Associação dos Servidores de Santo André
Melquisedeque Bispo dos Santos, o Melk,conta um pouco dos 45 anos de carreira  no serviço público.

Por: Viviane Barbosa, Redação do Sindserv Santo André
Publicação: 19/11/2021

Imagem de Estopim entrevista diretor da Associação dos Servidores de Santo André

No  mês de aniversário do Sindserv Santo André, que celebrou 33 anos no dia 11 de novembro, o nosso entrevistado é o senhor Melquisedeque Bispo dos Santos, o Melk, diretor da Associação dos Servidores Públicos Municipais de Santo André.

Corintiano, Melk é baiano, tem 73 anos, gosta de jogar baralho com os amigos, passear com a família e, lógico, bater uma bola com os amigos da Associação.

Neste bate-papo ao Estopim, ele conta um pouco dos 45 anos de carreira  no serviço público. Melk destaca por que é importante os servidores se unirem mais nas lutas por direitos. Confira:

Estopim: Quando o senhor ingressou no serviço público em Santo André?

Melk: Eu prestei concurso em 1976 e ingressei  na Guarda Civil Municipal. Também trabalhei como motorista no Departamento de Serviços Urbanos. Trabalhei na CRAISA como motorista e depois em todos os departamentos da Prefeitura. Aposentei em outubro de 2021. Hoje sou diretor da Associação dos Servidores Públicos de Santo André. 

Estopim: Como eram as lutas em defesa dos direitos naquela época?

Melk: Nós éramos mais unidos. Organizamos lutas com mais de quatro mil servidores, encabeçadas pela Associação e o Sindserv veio a somar depois também. Hoje eu vejo com muita tristeza servidores muito arredios em participar das lutas do Sindicato e da Associação.

Estopim: Quais conquistas mais lhe marcaram?

Melk: Lembro da greve de 1990, na gestão do Celso Daniel, paramos a cidade por 21 dias. Foi um momento grandioso. Professores, pessoal do Semasa, do Hospital Municipal e da Limpeza  aderiram à greve. O Celso fez acordo comigo em pagar 50% de reajuste – a inflação naquela época era 78% - para encerrar a paralisação, porque a cidade estava suja, um verdadeiro caos.

Estopim: O senhor disse que poucos servidores participam das lutas. O que fazer para mudar essa mentalidade?

Melk: Conscientizar que o Sindicato e a Associação são entidades que nasceram das lutas dos servidores e  para ampliar as conquistas é importante que todos os servidores  estejam mais presentes. O Sindicato conquistou junto com os servidores direitos históricos, como os auxílios babá/creche, abono salarial, biênios, entre outras conquistas. O servidor público precisa ter consciência de quem realmente luta pela sua valorização e por benefícios de lazer: Sindicato e a Associação.

 

 

 

 




Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 9+6948-7446
Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT-2021) - 22 a 26 de novembro de 2021 - Fotos: Alan | Sindserv Santo André