Santo André, * *

#RiscoDeMorte Sindicato recebe denúncia que escolas estão funcionando em meio à pandemia de COVID-19
O Sindserv Santo André está recebendo denúncias que educadores e funcionários da educação estão sendo convocados a irem às unidades escolares presencialmente todos os dias, isso contraria o decreto da Prefeitura que diz que o ensino é remoto, ou à distância, para proteção de educadores, pais e alunos.

Por: Viviane Barbosa, Redação Sindserv Santo André
Publicação: 08/05/2020

Imagem de #RiscoDeMorte Sindicato recebe denúncia que escolas estão funcionando em meio à pandemia de  COVID-19

card: Mídia Consulte

As medidas de isolamento social, necessárias para conter a propagação do novo coronavírus (COVID-19), não estão sendo respeitadas na rede municipal de ensino de Santo André.

O Sindserv Santo André está recebendo denúncias que educadores e funcionários da educação estão sendo convocados a irem às unidades escolares presencialmente todos os dias, isso contraria o decreto da Prefeitura que diz que o ensino é remoto, ou à distância, para proteção de educadores, pais e alunos.

Segundo as denúncias, as escolas estão funcionando, praticamente todos os dias, com movimentação de alunos.  Há relatos que cerca de 500 famílias estão circulando semanalmente nas escolas e diretoras,  vice-diretoras, auxiliares administrativos, inspetores e professores estão sendo convocados para preparar os kits de merenda. 

O Sindicato é a favor da entrega dos kits de merenda para as famílias que estão em situação de vulnerabilidade, mas é importante que sejam distribuídos de forma organizada, fato que não está acontecendo.

Outro problema: a Prefeitura não está fazendo testes da Covid19 para os profissionais nas escolas, aumentando o seu risco de contaminação diante dessa pandemia, colocando em risco suas vidas e saúde.
 
Secretaria de Educação

Para o Sindicato, essa situação é extremamente grave e segue na contramão do que a própria Prefeitura recomenda que em virtude da pandemia do novo coronavírus sejam evitadas aglomerações.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde têm recomendado para que as pessoas fiquem em casa, evitem aglomerações e usem máscaras,  medidas protetivas para evitar a contaminação e proliferação do vírus, que tem ceifado a vida de muitas pessoas no Brasil e em vários países do mundo.

O Sindicato já acionou a Secretaria de Educação denunciando que essa medida coloca  em risco à saúde e a vida dos educadores, pais e alunos.

Mais uma vez, o Sindserv Santo André cobra um posicionamento da SE e exige que mudanças sejam adotadas para que desta forma as mais de 33 mil famílias andreenses e dos educadores sejam protegidas dessa pandemia.

O Sindicato continua na luta contra o Coronavírus e é necessário também que a Secretaria de Educação faça a sua parte!

Direção do Sindserv Santo André

Leia também

Pandemia: Medida da Secretaria de Educação pode colocar em risco a saúde de educadores e alunos, alerta Sindicato
 


Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 3136-0953 /  9+6948-7446
Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Eunice Lopes, servidora de Limeira, é a nova presidenta da FETAM-SP